Connect with us

Business

Assessor contábil Cláudio Lasso dá 10 dicas para ajudar a reduzir a carga tributária da sua empresa

Published

on

O CEO da Sapri Consultoria afirma que quando a redução é feita de forma correta, sem riscos fiscais, o negócio mantém saldo positivo e se torna mais competitivo

Existem medidas legais que podem ser adotadas para reduzir o impacto da carga tributária sobre uma atividade. O assessor contábil e CEO da Sapri Consultoria, Cláudio Lasso, afirma que quando a redução é feita de forma correta, sem riscos fiscais, o negócio mantém mais saldo positivo em seu fluxo de caixa, tem mais dinheiro para cumprir com suas obrigações e gera sobras para investir e para se tornar mais competitivo.

O contador elencou 10 medidas que podem ser tomadas para uma redução segura e mostraremos o quanto elas podem contribuir, caso sejam aplicadas com eficiência.

1. Organize a empresa

Para economizar com impostos, a primeira coisa que você precisa fazer é organizar a sua empresa. É essencial ter os documentos em mãos e um controle total sobre a realidade financeira do empreendimento. Dessa forma, é mais fácil pensar em estratégias que visem à redução da carga tributária.

Para isso, busque a ajuda de bons administradores e contadores. Juntos, é possível estabelecer ótimas estratégias para otimizar as ações da sua empresa e basear as tomadas de decisões em dados confiáveis e exatos. Para isso, os profissionais podem estabelecer controles, como:
• fluxo de caixa padrão e projetado, método de manutenção e análise;
• indicadores financeiros necessários e periodicidade de avaliação de cada um deles;
• relatórios personalizados de dados contábeis e/ou financeiros.

2. Descubra o melhor enquadramento jurídico

No Brasil, é possível enquadrar uma empresa no Simples Nacional, no Lucro Real ou no Lucro Presumido. A decisão é feita todo ano e é a partir dela que são definidos quais impostos devem ser recolhidos e como os procedimentos ocorrerão.

Então, para fazer a escolha, é essencial que você conheça a realidade do seu negócio e conte com uma boa assessoria tributária. O auxílio de profissionais qualificados é essencial, uma vez que eles conhecem a legislação a fundo e entendem quais são:
• as brechas;
• as formas de pagamento;
• as hipóteses de isenção e de compensação etc.

É importante ter em mente que o regime mais simples nem sempre é o mais vantajoso ou o mais econômico. Dependendo da sua atividade, um regime mais complexo pode trazer certos benefícios e gerar economia.

Por exemplo, enquanto o Lucro Real exige mais declarações ao longo do ano, tributa somente o lucro da empresa nos seus maiores impostos e não no seu faturamento total. Então, caso o lucro das atividades seja baixo, pode ser a escolha mais econômica de regime de tributação.

Já o Lucro Presumido também tem o sistema de tributação sobre o lucro para seus impostos mais pesados, porém aplica as alíquotas sobre percentuais específicos da presunção de lucro.

Dessa forma, não sendo possível optar pelo Simples Nacional, o Presumido é uma boa escolha se o negócio tiver margens acima das faixas de presunção, pois acaba tendo apenas parte do lucro tributado.

Não decida sem pesquisar e sem fazer contas específicas. É preciso realizar uma análise completa do seu negócio.

3. Fique atento aos benefícios fiscais

Outra questão importante e que contribui consideravelmente para a redução do impacto da carga tributária são os benefícios fiscais. Neles, em troca de ações da empresa, investimentos em áreas específicas ou entradas em programas do governo, a organização tem redução ou isenção de imposto de renda e Contribuição Social.

Analise as legislações federal, estadual e municipal e descubra se existe algo específico para a sua atividade. Tome cuidado quanto à possibilidade de adesão ao programa, pois eles sempre são direcionados a empresas enquadradas em regimes específicos de tributação.

Esses benefícios, além de gerarem economia, costumam incentivar ações voltadas à cultura, à educação ou à responsabilização e conscientização social, o que contribui para a imagem da sua empresa perante a sociedade e gera credibilidade para o seu negócio.

4. Reduza o pró-labore

Talvez você não saiba, mas sobre o pró-labore incide Imposto de Renda. No entanto, sobre a divisão anual de lucros, não.

Sobre o pró-labore também incide contribuição previdenciária, que aumenta conforme o valor dessa retirada. Apesar de ser necessário pagá-la, não é obrigatório que o empresário se enquadre nas maiores faixas de contribuição. Portanto, pode manter a retirada em valor mais baixo para também reduzir a contribuição.

Converse com o seu contador e pense em uma estratégia para reduzir o pró-labore e aumentar a divisão de lucros. Isso ajuda você a economizar e é totalmente lícito. Lembre-se de conversar também com os seus sócios e organizar essa ação de uma forma que seja vantajosa e igual para todos.

5. Subdivida a empresa, se for o caso

Em algumas situações a subdivisão pode ser uma forma de reduzir o impacto dos impostos. No caso de a empresa realizar mais de uma atividade, ao adotar essa medida, você consegue enquadrar cada atividade no melhor regime tributário e obter uma economia global, ainda que, para alguma das atividades, haja majoração dos tributos.

É preciso analisar o caso concreto e conhecer a realidade financeira da empresa, antes de decidir. Contudo, essa medida deve ser considerada.

Como outro exemplo, também podemos citar uma empresa que vende carros e oferece serviço de manutenção automotiva. Para a prestação de serviço, a opção pelo Lucro Real ou presumido é mais adequada.

Por outro lado, para a venda, o Simples oferece mais vantagens. Ou seja, a subdivisão pode também ser feita utilizando regimes diferentes para cada empreendimento.

6. Faça um planejamento tributário

Essa medida é essencial para que você economize com segurança. Ao conhecer todos os tributos que incidem sobre a atividade e ter um controle intenso sobre o fluxo de caixa e o balanço financeiro da empresa, é possível pensar em estratégias lícitas para a redução dos impostos.

Entre essas estratégias, podemos citar a compensação de créditos tributários, a adoção de ações que impeçam a prática dos fatos geradores dos impostos e muito mais. O planejamento tributário deve ser feito com tempo e com o apoio de profissionais que tenham conhecimento profundo sobre a legislação em vigor e sobre as particularidades da sua empresa.

Por meio dele, além de conseguir economizar, você consegue reduzir o número de erros procedimentais, evitar o pagamento de multas e, até mesmo, diminuir o risco de ações judiciais ou de processos administrativos.

No planejamento tributário, uma das melhores práticas é simular contas tributárias em outros enquadramentos, como fizemos no exemplo acima, explorando todas as possibilidades.

Para isso, os valores reais dos últimos meses de despesas e receitas da empresa têm de ser utilizados, para resultados confiáveis, além de projeções coerentes para pelo menos os três meses seguintes.

Após essa visualização e as comparações que a ação possibilita, torna- se muito mais fácil e claro observar qual é o regime mais adequado ou, no mínimo, como modificar processos para economizar dentro do mesmo enquadramento.

7. Não misture contas pessoais e contas da empresa

Ao misturar as suas despesas com as despesas da empresa, você pode prejudicar a gestão e fazer com que a tributação fique maior. Com isso, além de pagar mais impostos e de ter prejuízos com a sua retirada mensal e com o seu lucro anual, você ainda pode responder processos administrativos e pagar multas por imprecisão nos cálculos ou apresentação equivocada de relatórios.

Fique atento a essa situação, pois se trata de um erro bastante comum. E o pior: na maior parte das vezes, por distração.

Em questões administrativas e gerenciais, o maior prejudicado por esse tipo de erro é o fluxo de caixa. Por entradas e saídas erradas, o controle passa a ter defasagem permanente e perde sua objetividade. Então, se for utilizado por um gestor para análise ou tomada de decisão, certamente conduzirá o profissional ao erro por não ser exato e confiável.

Pessoas físicas e jurídicas devem ter contas bancárias separadas. E os produtos oferecidos pelos bancos, como cartões de crédito, não podem ser utilizados de maneira cruzada, como um parcelamento no cartão pessoal para a compra de computadores que serão ativos da empresa.

8. Terceirize atividades não essenciais

A terceirização de atividades não essenciais da empresa ajuda, e muito, com a redução da carga tributária. Isso porque, quanto mais funcionários você tem, mais impostos você precisa pagar e mais obrigações passam a existir.

Então, pense em como organizar o trabalho sem prejudicar o serviço e o atendimento aos clientes para, então, definir quais áreas podem ser terceirizadas. Além de economizar, você ainda terá a possibilidade de contar com equipes qualificadas e profissionais atualizados, com foco específico na área de atuação.

Por exemplo, em vez de arcar com toda a estrutura para montar um departamento financeiro e contábil, a empresa pode terceirizar a contabilidade e, mesmo assim, contar com peritos nas áreas por meio de assessoria especializada.
Isso economiza em questões como:
• contratação de ferramentas tecnológicas;
• compra de ativos, como computadores e móveis;
• pagamentos de altos salários para funcionários exclusivos;
• direitos trabalhistas diversos, como férias, 13º salário e Fundo de Garantia.
O mesmo pode ser projetado para outras áreas, como limpeza, conservação e marketing.

9. Entenda a Reforma Trabalhista

As mudanças feitas nas leis trabalhistas e correlatas, aprovadas pela Reforma Trabalhista de 2017, também podem servir para as empresas reduzirem a carga tributária e até mesmo outras cargas de custos.

Por exemplo, passou a ser legal o contrato de trabalho que remunera o funcionário por produtividade. Logo, isso pode ser interessante aos empregadores em contratações para cargos específicos, que se mostram normalmente onerosas, podendo ser extraído o melhor retorno sobre investimento em salários e direitos pagos.

Outra possibilidade é a demissão consensual, que pode ser utilizada para desligar funcionários que desejam sair da empresa, mas não querem pedir demissão para não perderem muitos direitos rescisórios. Neste caso, a despesa da empresa ao fazer a demissão cai em cerca de 50% na comparação com a rescisão padrão sem justa causa.
Além dessas possibilidades, a reforma também prevê novas e mais duras penalidades às empresas, o que precisa ser observado. Desde a sua aprovação, empregadores que não assinam a carteira de trabalho de seus empregados ficam sujeitos a multas de R$ 3 mil por ocorrência ou R$ 800,00, no caso de empresas de porte micro. Portanto, é preciso também ter cuidado com processos internos para evitar as penalizações.

10. Conte com uma boa assessoria contábil

Como você viu ao longo do texto, várias ações podem contribuir para que você economize com impostos. Porém, erros podem conduzir a uma sonegação fiscal, o que com certeza você não quer.

Então, antes de aplicar essas estratégias, procure profissionais especializados em contabilidade e apresente a situação da sua empresa para eles. Isso fará com que você aja com segurança e tenha tranquilidade. Reduzir a carga tributária é uma necessidade, mas isso deve ser feito da forma certa, porque só assim é possível otimizar os lucros.

 

 

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading
Advertisement

Business

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NA ERA DIGITAL por Ana Chaves

Published

on

Estamos vivendo a frente de uma realidade onde somos bombardeados por uma enxurrada de informações e com isso somos muito estimulados, mas como gerir nossas emoções? É nesse ponto que se torna importante e necessária a inteligência emocional. E o que que seria ter inteligência emocional? De maneira suscinta nada mais é do que o equilíbrio entre a razão e a emoção gerando a capacidade de lidar com as intempéries da vida de forma saudável e produtiva.

Acordo, durmo, no decorrer do dia, são incessantes as notificações do smartphone. Atualizar as redes sociais que vivem um constante bombardeio de informações e notícias. Manter o fluxo constante de e-mails que precisam ser lidos e respondidos. Cansa só de pensar! Imagine como está a mente de milhares de pessoas que vivem nesse ambiente avassalador? Diante desse cenário torna-se impossível encontrar qualidade de vida sem que você busque a inteligência emocional transformando-a em um guia para sua vida.

Mas, por que a inteligência emocional é tão importante? Pois ela não só nos ajuda na compreensão das nossas emoções, bem como na gestão delas. Com ela nos tornamos mais seletivos em relação ao universo tão vasto de informações que estão ao nosso redor.

O ponto de partida é desenvolver a consciência emocional que nada mais é do que o reconhecimento das emoções que sentimos ao consumir determinadas informações. Quando identificamos sentimentos de estresse, ansiedade, frustração, medo e muitos outros, é indicado começarmos o processo de gestão emocional, tomando conhecimento das reações.

No mundo onde a tecnologia trouxe inúmeros benefícios para nossas vidas e que nos mantêm constantemente conectados, estabelecer limites torna-se vital. Este nos permite definir o que queremos ver e até que horário devemos ir, pois reservar momentos para desconectar deve ser uma prioridade, reduzindo assim a sobrecarga de estímulos digitais.

Em um cenário onde a tecnologia muitas vezes dita o ritmo, a inteligência emocional surge como uma ferramenta essencial para enfrentar essa avalanche de informações. Reconhecer as nossas emoções, estabelecendo limites e manter a consciência latente das suas emoções são práticas que ajudam a manter a sanidade mental. Incorporar a inteligência emocional a nossa vida, pode transformar o “caos digital” em uma experiência gerenciável, prazerosa, construtiva, equilibrada e que permita que a conectividade entre bem-estar emocional, físico e espiritual esteja em conformidade.

Quando falamos da inteligência emocional, a qual já definimos brevemente acima, vemos a automação no ambiente corporativo de processos como Big Data e computação cognitiva, na qual permite-se que máquinas aprendam (Learning-Machine), nesse ponto a inteligência emocional passa a ser mais valorizada do que o QI (Coeficiente de Inteligência) dos colaboradores.

A transformação digital não é uma aceitação massiva de novas tecnologias, mas uma revolução digital no ambiente de negócios e na mentalidade das pessoas não sendo restrito apenas à área profissional, mas a sociedade como um todo.

Segundo um relatório que foi divulgado para Universidade Singularty: “A Inteligência Emocional é considerada como uma base estrutural do desenvolvimento de qualquer outra habilidade social e que só através dela é possível desenvolver:

  1. Pensamento crítico e resolução de problemas;
  2. Colaboração e liderança por influência;
  3. Agilidade e adaptabilidade;
  4. Iniciativa e empreendedorismo;
  5. Comunicação assertiva;
  6. Avaliação e análise de informações;
  7. Curiosidade e imaginação e;
  8. Visão e estratégia.”

É interessante estarmos atentos ao fato de que o ambiente corporativo está caminhando para que as máquinas façam a maior parte das suas operações repetitivas e elas indicarão muitas vezes as melhores soluções de negócios, mas as mesmas não têm o sentir humano e com isso os colaboradores terão que buscar outras maneiras de se sentirem satisfeitos com o trabalho como por exemplo situações como ajudar os colegas e clientes a vencer seus desafios, controlar suas emoções no que tange ao fato de uma solução dada por uma máquina sobre determinado assunto for aceita pela maioria, contrária a sua, saber que é necessário se reciclar constantemente para não se perder com essa avalanche.

Nesse cenário é fundamental aprender e tomar consciência de como o cérebro está programado para responder a sentimentos como satisfação, frustração, ansiedade e muitos outros. Nesse contexto vemos de forma pulsante a importância a inteligência emocional, visto que à medida que você conhece os seus instintos emocionais de resposta aos desafios faz-se possível o controle e análise racional das suas atitudes.

Concluímos então que a transformação digital de uma empresa é muita mais abrangente do que se imagina pois é fundamental trabalhar a inteligência emocional da equipe antes até de implantar quaisquer projetos tecnológicos.

Está aí um grande desafio para os executivos pois indica-se que seja prudente que o crescimento da empresa no mundo digital deva estar atrelado a gestão das emoções da equipe, para com isso estarem aptos a tomar decisões difíceis e superar a barreiras.

Todos esses desafios só serão superados com inteligência emocional.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Business

Loja Tauari apresenta ascensão meteórica em 5 anos

Published

on

Sem lojas físicas, a startup se consolida como um case de sucesso no e-commerce brasileiro, comprovando que o uso estratégico de ferramentas de plataformas de automação, redes sociais e marketing digital são ferramentas fundamentais para se atingir o sucesso.

Comandada por Wesley Gonçalves que começou a trabalhar aos 9 anos de idade e teve a oportunidade de trabalhar com Luiza Trajano em uns de seus eventos e ouvir atentamente suas dicas de empreendedorismo, Wesley faz questão de acompanhar de perto o seu negócio e sabe da importância de uma compra personalizada e um atendimento proativo.

O empresário, fala que não tem concorrentes e sim grandes parceiros de negócios, fala sobre o sucesso de sua loja:“Eu entendo pequenas empresas podem geram receita e se tornaram grandes negócios”, declara.

Outro fator importante são as ações precisas nas redes sociais, além da comunicação com o mercado. A empresa investe em conteúdo de alta qualidade que inspira e educa seus seguidores, criando uma conexão emocional com a marca.

Ações com influenciadores Renomados e profissionais relevantes no mercado Moveleiro que ampliam o alcance da marca e geram credibilidade e planejamento com anúncios direcionados a públicos específicos, cria uma comunidade engajada com a marca.

A Loja Tauari nos prova que através de uma estratégia digital bem definida, uso eficaz das redes sociais, preocupação com a qualidade e serviços agregados como montagem pode gerar crescimento e a empresa serve de inspiração para o mercado online e empresas de startups.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Business

Facility Rent a Car: simplificando e inovando no mercado de aluguel de carros nos EUA

Published

on

By

A Facility Rent a Car, empresa de locação de veículos sediada na Flórida (EUA), tem se destacado no mercado há 7 anos, oferecendo serviços diferenciados e inovadores para turistas e viajantes nos principais aeroportos dos EUA, como Orlando, Miami, Fort Lauderdale e Tampa.

O diferencial da Facility Rent a Car em relação às demais empresas de aluguel de carros na Flórida é notável. Enquanto muitas locadoras tradicionais ainda enfrentam processos burocráticos e demorados, a Facility se destaca por sua agilidade e simplicidade. Com procedimentos de entrega e devolução rápidos e seguros, a empresa prioriza a comodidade e satisfação de seus clientes, oferecendo os melhores preços do mercado.

A visão e missão da Facility Rent a Car guiam suas operações diárias, focadas na simplificação e otimização do processo de locação de veículos, com total segurança e agilidade. A empresa se compromete a seguir seus valores, adaptando-se aos desafios do mercado e buscando constantemente maneiras de melhor atender às necessidades dos clientes.

Em um mercado em constante evolução, a Facility Rent a Car está atenta às mudanças e tendências emergentes, como o compartilhamento de veículos e tecnologias de mobilidade. Já presente em importantes plataformas de aluguel de carros, a empresa oferece um procedimento de check-in online através de um aplicativo, proporcionando uma experiência ainda mais conveniente para seus clientes em todo o mundo.

Quanto ao futuro, a missão da Facility Rent a Car é expandir sua presença por toda a América, atendendo não apenas as cidades de grande volume turístico, mas também aquelas onde há uma grande dificuldade de locação de veículos.

Ficou interessado em desfrutar dos serviços simplificados e inovadores da Facility Rent a Car? Então, não deixe de seguir as redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades, promoções e dicas de viagem. Acesse no Instagram: @facilityrentacar e curta no Facebook: Facilityrentacar.

Serviço:

Facility Rent a Car

Endereço: 5458 Hoffner ave, Ste 302 -Orlando

Telefone: 561 562-0501

Instagram: @facilityrentacar

Facebook: Facilityrentacar

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading
Advertisement

Mais Lidas

Entretenimento2 dias ago

Fenômeno gospel Gabriela Rocha aposta em versão latina do hit “Me Atraiu”

Crescendo no mercado latino, Gabriela Rocha, a voz que alcançou milhões de pessoas com o hino gospel “Me Atraiu”, está...

Entretenimento2 dias ago

Revelação da música gospel Nicoli Francini lança o single “Seja Corajoso” com participação de Victin

Nicoli Francini considerada um dos mais promissores nomes da nova geração da música gospel, acaba de anunciar o lançamento de...

Negócios2 dias ago

Empresário Congolês Moise Boele Revoluciona o Mundo das Apostas e Investimentos no Brasil

Moise Boele, um nome que vem conquistando espaço e notoriedade no Brasil, não apenas como um empresário e investidor congolês,...

Negócios2 dias ago

Giovana Rassen: A Sensibilidade Através das Lentes em Goiânia-Goiás

Da Técnica à Emoção: O Elogiado Trabalho de Giovana Rassen Nos últimos meses, uma talentosa fotógrafa tem conquistado o coração...

Negócios2 dias ago

Mês das mulheres: Documentário conta história de brasileiras que empreendem em Massachusetts, nos Estados Unidos

Quinta temporada do Cidade Delas terá doze episódios, todos gratuitos, que vão ao ar a partir do dia 05 de...

Moda2 dias ago

Models Black apresenta desfile de moda com afroempreendedores

Evento acontece na próxima segunda-feira (26) e apresenta ao público tendências outono-inverno 2024 Na próxima segunda-feira (26), a agência de...

Moda2 dias ago

Desfile de moda infantil apresenta tendências de afroempreendedores

Evento acontece na próxima segunda-feira (26), na agência de modelos Models Black Na próxima segunda-feira (26), a agência de modelos...

Famosos2 dias ago

Megahista das famosas faz transição da carreira pra se dedicar a ministrar cursos do método de mega hair Micro Emborrachada

A consagrada especialista em beleza capilar, Eliana Martins, cuja técnica revolucionária de mega micro emborrachada conquistou uma vasta legião de...

Gestão2 dias ago

80% dos alunos que prestaram vestibular quer ingressar imediatamente, mas apenas 6 em cada 10 sabem onde querem estudar

Pesquisa realizada pela Somos Young reforça a urgência na reformulação do modelo acadêmico para receber alunos durante todo ano letivo....

Entretenimento2 dias ago

DIA DA MULHER: Thaís Bezerra fará Oficina de Percussão “Tá no Batuque de Mulheres para Mulheres”

A maestrina Thaís Bezerra é conhecida por ser referência no Carnaval carioca. Além disso, há cinco anos promove a oficina...

Advertisement

Ultimos Posts

Copyright © BusinessFeed