Connect with us

Politica

Advogado Luiz Antonio de Lima, que atua no Taboão da Serra, fala sobre Transação Tributária

Published

on

Luiz Antonio de Lima - Foto Acervo Pessoal

Um pouco mais sobre Transação Tributária com o advogado Luiz Antonio de Lima de Taboão da Serra

A transformação na relação entre fisco e contribuinte de um ambiente de conflito permanente para um ambiente cooperativo, no qual o foco fosse a aprimoração de serviços ao contribuinte e a conformidade fiscal, tem início no ano de 2008 no Fórum sobre Administração Tributária (FTA) da OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico – (OECD, na sigla em inglês).

No Estado de São Paulo, este marco foi a Lei Complementar 1.320 de 06 de Abril de 2018. Essa Lei tem entre os seus princípios a simplificação do sistema tributário estadual, a boa-fé e previsibilidade de condutas e segurança jurídica pela objetividade e coerência na aplicação da legislação tributária. O foco principal da Lei 1.320/2018 é a conformidade fiscal e a autorregularização.

Nesse contexto, após iniciativas exitosas no âmbito federal no final de 2019, o Estado de São Paulo aprovou e editou em 2020, uma sequência de instrumentos normativos, com a finalidade de disciplinar a transação terminativa de litígios relacionados à dívida ativa inscrita tributária ou não.

Segundo Luiz Antonio de Lima Taboão da Serra, tall procedimento está de acordo com o que preceitua o artigo 156, III c/c o artigo 171 do Código Tributário Nacional, permitindo ao fisco e contribuintes, celebrarem transação que encerre litígios, mediante concessões mútuas.

Os referidos instrumentos normativos foram a Lei Estadual nº 17.293, de 15 de outubro de 2020 – que estabelece medidas voltadas ao ajuste fiscal e ao equilíbrio das contas públicas, a Resolução nº PGE-27, de 19 de novembro de 2020, que disciplina a transação terminativa de litígios relacionados à dívida ativa inscrita e a Portaria SUBGCTF-20, de 4 de Dezembro de 2020.

Luiz Antonio de Lima - Foto Acervo Pessoal

Luiz Antonio de Lima – Foto Acervo Pessoal

Quais as características principais da transação paulista?

Vamos a elas: Aplica-se a pessoas físicas ou jurídicas, proporcionando para os débitos inscritos em dívida ativa descontos de juros e multas, parcelamento, diferimento de pagamentos ou moratória, além da substituição ou alienação de bens dados em garantia de execução fiscal. Um importante ponto é que a transação paulista não suspende de forma automática processos administrativos ou judiciais, porém estabelece que a suspensão poderá ser acordada entre as partes.

Os descontos serão fixados em razão inversamente proporcional ao grau de recuperabilidade das dívidas, de forma que as mais bem classificadas tenham descontos maiores relativamente às dívidas com pouca probabilidade de recuperação, comenta o advogado Luiz Antonio de Lima Taboão da Serra.

Os descontos poderão variar de 20% a 40% sobre juros e multa, com um limite que varia de 15% a 30% do valor total atualizado da dívida. Nos casos de parcelamento, o número máximo de parcelas mensais será de 84, nos casos de devedor em recuperação judicial ou extrajudicial, insolvência e liquidação. Ainda, poderá ser de 60 parcelas mensais nos demais casos.

Foi criado o “rating da dívida” com os critérios definidos na Portaria SUBGCTF-20 em função de garantias apresentadas, depósitos judiciais, tempo de inscrição do débito, histórico de adimplência do devedor, dentre outros. Esse rating será classificado em função da recuperabilidade do crédito em A(recuperabilidade máxima), B, C ou D (irrecuperável).

Luiz Antonio de Lima - Foto Acervo Pessoal

Luiz Antonio de Lima – Foto Acervo Pessoal

Caso o contribuinte esteja interessado, como fará a adesão?

A modalidade de transação por adesão, será feita exclusivamente de forma eletrônica, conforme proposta estabelecida pela Procuradoria Geral do Estado em edital para extinção de cobrança da dívida ativa e, quando o caso, de ação judicial, para valores inferiores a R$ 10.000.000,00 (dez milhões), explica Luiz Antonio de Lima Taboão da Serra.

A Transação Individual, aplica-se aos casos de cobrança da dívida ativa, por proposta do devedor ou da Procuradoria Geral do Estado. Por último, a Transação Individual, nos casos de ação judicial envolvendo débito inscrito, por proposta do autor.

De fato, trata-se de uma excelente iniciativa. No entanto, há espaço para aperfeiçoamento. O Estado de São Paulo poderia ser um pouco mais ambicioso e inovador. Os descontos propostos ainda são tímidos, caso levemos em consideração que há poucos anos, existiam multas tributárias punitivas de 200%, 150%. O número de parcelas é reduzido. A Lei Federal, de forma ordinária, permite a quitação em até 84 meses, contados da data da formalização da transação e redução de até 50% do valor total dos
créditos a serem transacionados. Outro aspecto importante é que a Lei Federal se aplica, também, aos créditos tributários não judicializados e que se encontram ainda sob o controle da Administração Tributária. Um pouco mais sobre o assunto com o experiente advogado que atua no Taboão da Serra, Luiz Antonio de Lima.

Por fim, até o presente momento, não há proposta de vinculação de pagamentos ao faturamento das empresas nem na Lei Federal, tampouco, na Lei Estadual.

Luiz Antonio de Lima
Advogado de Taboão da Serra

Luiz Antonio de Lima - Foto Acervo Pessoal

Luiz Antonio de Lima – Foto Acervo Pessoal

Luiz Antonio de Lima - Foto Acervo Pessoal

Luiz Antonio de Lima – Foto Acervo Pessoal

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Politica

“CALA A BOCA, DA SILVA’”: LULA ENVERGONHA O BRASIL AO COMPARAR AÇÃO DE ISRAEL COM NAZISMO E EMBAIXADOR BRASILEIRO NO PAÍS É CONVOCADO PARA ‘LEVAR CARÃO’

Published

on

Lula-envergonha-o-Brasil

Agenor Duque

Depois de participar da 37ª Cúpula de Chefes de Estado e Governo da União Africana realizada em Adis Abeba, na Etiópia, Luiz Inácio Lula da Silva participa de entrevista coletiva e volta a falar sandices e causar constrangimento ao Brasil no cenário mundial ao comparar a ação das forças armadas israelenses empreendidas na Faixa de Gaza ao Holocausto.

A declaração do presidente brasileiro foi elogiada pelo grupo terrorista Hamas que emitiu nota de agradecimento a Lula por sua fala na Etiópia, e aqui se faz importante deixar claro que o que o (des)governo afirmou sobre a ação de Israel em Gaza não representa o pensamento e posicionamento do povo brasileiro.

Lula declarou que “O que está acontecendo na Faixa de Gaza, com o povo palestino, não existiu em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu quando Hitler decidiu matar os judeus”, declarou o presidente, desconsiderando que o Holocausto foi um evento sem precedentes na história e que comparar os dois acontecimentos é “comparar o incomparável”, banalizar e diminuir as atrocidades ocorridas por ocasião da empreitada nazista contra os judeus, liderada por Hitler.

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, acusou Lula de tratar de forma banal o Holocausto e classificou as falas do (des)governo como “vergonhosas e graves”. Netanyahu disse ainda que as declarações do presidente brasileiro são uma tentativa de ataque direto ao povo judeu e o direito de Israel de defender-se, e completa, afirmando que comparar “[…] Israel, os nazis e Hitler é cruzar uma linha vermelha”.

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) em sua nota de repúdio, lembrou que o nazismo dizimou 6 milhões de judeus indefesos na Europa simplesmente por serem judeus, enquanto Israel defende-se de uma organização terrorista que ardilosamente invadiu seu país, assassinando mais de mil pessoas, cometeu estupros em massa, queimou pessoas vivas e defende a eliminação do Estado judeu, conforme consta em Carta de Fundação (do Hamas). A comparação feita pelo (des)governo Lula “ofende a memória das vítimas do Holocausto e de seus descendentes”, afirmou a confederação.

Isaac Herzog, presidente de Israel, manifestou nas redes sociais que condena de forma veemente as declarações de Lula, considerando-as uma “distorção imoral da história” e faz um apelo aos líderes mundiais que se juntem a ele “na condenação inequívoca de tais ações”.

Israel Katz, ministro das Relações Exteriores de Israel, divulgou em rede social que, devido à comparação infeliz feita pelo governo brasileiro, convocará o embaixador do Brasil no país para dar-lhe uma reprimenda (repreensão ou admoestação severa), o que faz corar a face dos brasileiros, já que esse tipo de convocação só ocorre quando a situação passou dos limites. Especialistas aguardam o desfecho da convocação, sem coragem para arriscar qualquer palpite sobre o posicionamento do embaixador.

Para Dani Dayan, presidente do Yad Vashen, o Memorial do Holocausto em Jerusalém, Lula fez uma declaração “escandalosa” que combina “ódio e ignorância”, além de “clara expressão antissemita”.

O Instituto Brasil-Israel considera a fala do chefe do Executivo brasileiro como uma incorreção grosseira “[…] que inflama tensões e mina a credibilidade do governo brasileiro como um interlocutor pela paz”.

Políticos brasileiros também manifestaram repúdio à fala presidencial, declarando que só para variar, Lula empreende mais uma ação que envergonha o Brasil e ataca Israel e o povo judeu com essa comparação desprovida de qualquer possibilidade de paralelo histórico.

Neste domingo (18), deputados federais (da oposição) se uniram e, usando o Art. 5º, anunciaram que protocolarão pedido de impeachment contra Lula, por sua declaração leviana e injustificável no evento em Adis Adeba, o que configura crime de responsabilidade.

 

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Politica

Lincoln Portela assume compromisso com Nova Serrana, e oferece um café no Congresso Nacional para empresários do setor calçadista

Published

on

O deputado federal Lincoln Portela (PL) foi Vice-Presidente da mesa da diretora da Câmara dos Deputados. É um dos parlamentares mais experientes do Congresso Nacional, na bancada mineira é o Deputado com o maior número de mandatos e um total de 24 anos de exercício parlamentar. No destaque de sua atuação no legislativo Federal, está a sua participação na comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Com grande prestígio parlamentar, trânsito e diálogo, Lincoln Portela assumiu um compromisso de mobilizar todos os integrante da maior bancada Parlamentar Federal, os 99 deputados do PL em prol da pauta apresentada pelos empresários calçadistas e lideranças de Nova Serrana. Será a maior mobilização no âmbito federal em prol da cidade do calçado.

“A cidade de Nova Serrana ocupa lugar de destaque no cenário nacional, está entre os 8% dos municípios mais ricos do Brasil. Só em 2020 o PIB da cidade bateu 2,3 bilhões. Uma das cidades que mais geram emprego, com saldo positivo desde 2021 (pandemia COVID).
Só no ano 2023, até maio, foram criados mais 2.439 novos postos de empregos.

Tudo isso é possível, porque Nova Serrana hoje produz cerca de 105 milhões de pares de calçado por ano.

Segundo o deputado, tal cidade precisa de um olhar atencioso e de ações efetivas do poder público”

Vale relatar que, apenas em 2022 o setor público arrecadou cerca de 430 milhões em impostos.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Politica

Debate sobre cursos presenciais e à distância são desafios no Ensino Superior do país

Published

on

Em entrevista ao Young Podcast, a secretária de Ensino Superior do MEC Profª Denise Pires de Carvalho, aponta os principais desafios da pasta para 2024

Um dos desafios para cumprir a meta do Plano Nacional de Educação (PNE) Lei 13.005/2014 e como fazer para reverter o quadro de desinteresse do jovem estudante em concluir o curso superior e integrar a sociedade de forma ativa, foram os principais assuntos discutidos entre a secretária de educação superior do MEC Profª Denise Pires de Carvalho e Rodrigo Bouyer, avaliador do INEP e sócio diretor da BrandÜ Consultoria e da Somos Young, no terceiro episódio da série “Young Podcast”.

Um dos pontos principais do debate foi relacionado às questões de ensino presencial e à distância, para a secretária: “em algumas profissões só se formam profissionais de qualidade com uma experiência no campo de atividade e práticas diárias. Por exemplo, não se consegue formar enfermeiros de qualidade com cursos EAD, estou citando a enfermagem, mas podemos incluir outros cursos”, explica a secretária.

Segundo a especialista, um dos desafios do MEC será aumentar a regulação sobre os cursos ofertados na modalidade à distância, bem como a definição de quais profissões podem ser cursadas neste método de ensino e quais deverão ser proibidas sob pena de um estudante com formação inadequada causar danos à sociedade. “Acolhimento, cuidados e humanização são fundamentais para um profissional completo, ainda mais na área da saúde”, completa.

Rodrigo Bouyer, avaliador do INEP, sócio diretor da BrandÜ Consultoria e da Somos Young conduziu a entrevista abordando temas como etarismo nas universidades, necessidade de incentivar jovens ao ensino superior, a importância da interiorização de universidades e cursos especializados, evasão de alunos por problemas socioeconômicos, principal causa das desistências no país.

A média da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em países da Europa e nos Estados Unidos é de 47%, enquanto o Brasil não atinge atualmente a média de 25% e antes dos anos 2000, o índice era ainda pior, não ultrapassando a marca de 20%. “Ao mesmo tempo que estamos falando de um país que precisa se desenvolver e fomentar a educação superior, estamos falando de um país que teve aumento da insegurança alimentar, aumento da fome, aumento da pobreza. Como fazer o aumento da educação e ao mesmo tempo atender esta demanda presente que é a erradicação da fome e da extrema pobreza do Brasil, este é um desafio gigante para os próximos anos”, explica Denise.

O “Novo FIES” também foi assunto de destaque na conversa e o que a secretária pode adiantar é que a pasta está trabalhando muito para apresentar um “FIES de inclusão, reconstrução do projeto e mais facilidade de acesso para os estudantes. Para 2024 este novo programa vem repaginado, já começamos com o reajuste do teto do curso de medicina e tantos outros projetos para que os alunos não apenas ingressem no curso desejado, mas que eles possam se formar e ser um gerador de recursos para a sociedade. E não só o FIES mas os demais programas assistenciais como o Prouni e o SiSu”, finaliza a secretária.

O conteúdo completo da entrevista está disponível no link: https://www.youtube.com/watch?v=h_7zlcc1_bs

Um dos principais canais de notícias e debates sobre o Ensino Superior no Brasil, o Young Podcast, traz com exclusividade uma entrevista reveladora com a secretária de Educação Superior do MEC, Profª. Denise Pires de Carvalho, que acumula em sua trajetória de sucesso passagens pela Universidade Federal do Rio de Janeiro como professora titular e reitora, foi diretora do Instituto de Biofísica do Hospital Carlos Chagas Filho, presidente da sociedade latino americana de tireoide e, desde janeiro deste ano, assumiu a secretaria de educação superior do Ministério da Educação.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading
Advertisement

Mais Lidas

Famosos5 horas ago

Modelo e influencer Juliana Herc representa o Brasil a convite da Givenchy na semana de moda de Paris 2024

A modelo e influenciadora Juliana Herc foi convidada pela Givenchy para compartilhar momentos incríveis em mais um ano na semana...

Empreendedorismo10 horas ago

Feira de Santana (BA) recebe o maior showroom de madeira plástica da América Latina

A madeira ecológica ou plástica é um dos produtos que vem revolucionando o mercado de arquitetura, construção e de grandes...

Moda11 horas ago

Após sucesso, seletiva para talentos da moda volta a Brasília

Evento é realizado pela agência de modelos Max Fama e seleciona novos modelos para o mercado Após sucesso em edições...

Geral11 horas ago

Risco cambial: seis passos para entender e evitar perdas financeiras

A complexidade das transações comerciais internacionais está intrinsecamente ligada a uma série de fatores que exacerbam o risco cambial. Diversos...

Esporte11 horas ago

Aparecida Speed Racing marca o retorno de Goiás à Stock Car após duas décadas

Iniciativa de apaixonados pelo automobilismo, a equipe busca não apenas competir, mas também fomentar talentos locais e ser a voz...

Famosos12 horas ago

Aprenda a fazer a make usada pela Hannah Waddingham no Emmy Awards 2024

Passo a passo foi realizado pelo maquiador da agência de modelos Max Fama, Royce Beenson O Emmy Awards 2024, que...

Moda15 horas ago

Após sucesso, maior seletiva de modelos do Brasil volta a Joinville

Max Fashion Tour acontece nos dias 02 e 03 de março e também terá a realização de um editorial de...

Negócios16 horas ago

Trivas Pub: Novo Marco Cultural em Balneário Pinhal

Um Novo Espaço Cultural em Balneário Pinhal – O Renascimento da Cena Artística Local Balneário Pinhal, uma cidade pitoresca situada...

Negócios16 horas ago

Proteauto: a revolução online dos caminhoneiros: a ascensão da associação de proteção aos caminhões

Cobertura em casos de roubo, furto e colisões: conheça os serviços oferecidos pela Proteauto para proteger o seu caminhão Uma...

Geral1 dia ago

Magic City é palco da ‘Pool Party da Véia’ com a Rádio Energia 97 FM

A aguardada ‘Pool Party da Véia’ está de volta para mais uma edição no complexo de lazer Magic City, em...

Advertisement

Ultimos Posts

Copyright © BusinessFeed