Connect with us

Saúde

Devem ser interpretados além dos sinais”, diz psicóloga sobre ataques de ansiedade e síndrome do pânico

Published

on

A maneira como processamos mentalmente os acontecimentos de nossas vidas e a gestão de nossas emoções, muitas vezes funcionam como uma panela de pressão. A psicóloga Maria Rafart explica que que quando o descontentamento, a tensão, a emoção e a resposta não têm por onde sair, o corpo dará um jeito de externar esses sentimentos. E é a partir daí que surgem os ataques de pânico e de ansiedade.

“Imagine uma panela de pressão cozinhando feijão, com a válvula principal entupida. Imagine que a válvula auxiliar ficou obstruída também. O cozinheiro não percebeu, o fogo continua aceso, a pressão interna aumenta cada vez mais e… Explode. Um ataque de pânico deve ser interpretado além dos sinais. A sensação é de morte iminente, a taquicardia chega até o pescoço, pode doer o peito e a tontura podem assustar. Mas o principal sinal é: você está sob pressão, sua válvula comportamental está estragada, e o seu corpo te dá um gigantesco alerta”, diz a especialista.

Rafart cita que o ponto chave do tratamento é identificar as razões que fizeram o corpo entrar em colapso. “Para além da medicação contra a ansiedade, que muitas vezes é necessária, um processo terapêutico desenvolvido junto a um psicólogo pode ajudar a detectar onde estavam os entraves que fizeram o sistema todo colapsar em ataques de ansiedade ou de pânico.
Às vezes falta se comunicar. Muitas vezes falta responder. Algumas perdas e lutos devem ser ressignificados. Muita coisa pode surgir no processo terapêutico, e digerir os entraves psicológicos é um processo doloroso, às vezes”, afirma.

Ataques de pânico ou de ansiedade, se não corretamente tratados, podem se tornar cada vez mais frequentes e atrapalhar o cotidiano do ansioso, além de possibilitar o desenvolvimento de outras fobias. “Podem também se multiplicar em outras fobias, como agorafobia, que muitas vezes se traduz num medo injustificado de sair de casa, de abandonar o ambiente de conforto e proteção, ou até medo de entrar em ambientes fechados, como um elevador

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading
Advertisement

Saúde

Popular entre influencers, uso de Ozempic revela necessidade de mudanças na mentalidade

Published

on

Segundo o hipnoterapeuta Thiago de Castro, uma abordagem com foco no fortalecimento da saúde mental é vital para obter resultados duradouros e uma vida equilibrada

Tornando-se uma verdadeira febre entre celebridades e influenciadores digitais em busca da fórmula perfeita para emagrecer, o Ozempic, medicamento originalmente desenvolvido para tratar o diabetes tipo 2, agora é amplamente promovido nas redes sociais como uma solução milagrosa para a perda de peso.

Segundo um estudo realizado pela plataforma DrFirst, houve um aumento de 150% nas prescrições de Ozempic entre dezembro de 2022 e junho de 2023, refletindo a crescente demanda do medicamento como uma ferramenta de emagrecimento, mesmo entre aqueles que não têm diabetes

Com figuras públicas endossando seu uso e compartilhando suas transformações, a popularidade do medicamento cresceu exponencialmente. No entanto, é importante questionar se essa solução é realmente sustentável a longo prazo.

De acordo com Thiago de Castro, hipnoterapeuta, coach e neurolinguista que trabalha há mais de 13 anos ajudando pessoas a se livrarem da obesidade, o Ozempic é um medicamento que contém semaglutida, um composto que ajuda a regular os níveis de insulina e glicose no sangue. “Além de seu uso para diabetes tipo 2, tem sido cada vez mais utilizado para perda de peso devido aos seus efeitos secundários que incluem a redução do apetite e a sensação de saciedade prolongada”, revela.

Além da perda de peso e controle da glicose, estudos indicam que o medicamento pode reduzir o risco de problemas cardiovasculares.

Problemas associados ao uso do Ozempic

Embora eficaz, o Ozempic pode causar efeitos colaterais como náuseas, vômitos, diarreia e constipação, que podem ser desconfortáveis e, em alguns casos, levar à descontinuação do uso.

Segundo o especialista, o preço elevado também é um problema. “Isso porque o tratamento custa cerca de R$1.500 por mês, tornando-o inacessível para muitas pessoas. Este alto custo é um obstáculo significativo para aqueles que buscam uma solução duradoura e de longo prazo”, pontua.

Thiago alerta que para manter os benefícios de perda de peso e controle glicêmico, é necessário o uso contínuo do medicamento. “A interrupção do tratamento pode resultar na recuperação do peso perdido e no retorno dos níveis de glicose ao estado anterior, tornando os efeitos limitados”, declara.

Vale lembrar que com a popularidade crescente do Ozempic, o mercado ficou repleto de produtos falsificados, representando um risco significativo para a saúde dos consumidores.

Mudança na mentalidade

O hipnoterapeuta acredita que embora o Ozempic ofereça uma solução eficaz para a perda de peso e controle da glicose, não é uma solução milagrosa. “A dependência exclusiva de medicamentos pode ser enganosa e insustentável a longo prazo. A verdadeira mudança acontece internamente, com uma mentalidade fortalecida e hábitos saudáveis”, afirma.

Para alcançar e manter a perda de peso de forma sustentável, é crucial adotar um estilo de vida saudável. “Isso inclui alimentação equilibrada, com uma dieta rica em nutrientes, frutas, legumes, proteínas magras e grãos integrais, além de atividades físicas regulares, ajudando a manter a balança sob controle e melhorando a saúde cardiovascular”, pontua.

Enquanto o Ozempic segue ganhando popularidade como uma solução rápida para perda de peso, é essencial reconhecer que ele não oferece uma resposta definitiva e permanente aos desafios da obesidade. “Adotar uma abordagem com foco no fortalecimento da saúde mental é vital para obter resultados duradouros e uma vida equilibrada”, finaliza.

Sobre Thiago de Castro

Thiago de Castro é hipnoterapeuta, coach, neurolinguista e trabalha há mais de 13 anos ajudando pessoas a se livrarem da obesidade. Ele eliminou 76 quilos sem cirurgia e sem remédio, e tem inspirado milhares de pessoas a trilharem o mesmo caminho. Através dos seus programas e mentorias, já ajudou mais de 8 mil pessoas a se tornarem mais saudáveis.

É também monitor da turma Master em Hipnose clínica pelo instituto Lucas Naves. Possui formação em coaching pelo IBC, hipnose clínica pelo IMTA, master em hipnose clínica pelo IMTA, especialização em Hipnose Ericksoniana pelo IMTA, e master em PNL. É formado também em Constelação Familiar pelo IDESV e autor do livro “Quem pensa emagrece”. Atualmente, possui mais de 275 mil seguidores no Instagram e 40 mil inscritos no YouTube.

Para mais informações, acesse o Instagram ou o Youtube.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Saúde

Andréa Anes Psicóloga se torna referência no atendimento de pessoas com autismo

Published

on

Nordestina, nascida em Recife, com 57 anos e aos 12 anos descobriu a sua paixão pela psicologia. Aos 16 anos passou no vestibular da Universidade Federal e logo depois, por questões pessoais foi transferida para FACHO ( Faculdade de Ciências Humanas de Olinda) onde concluiu o curso em 1991.

Mãe de 4 filhos, Hugo, Igor, Ícaro e Clara a razão do seu viver.
Há 7 anos foi apresentada ao ” mundo azul” , iniciando seus estudos, especializações e pós graduações relacionadas ao Autismo ( TEA), se tornando especialista no assunto.
Em 2020, realizou mais um sonho e montou sua clinica com a missão de trazer qualidade de vida aos que a buscavam. Hoje contando com profissionais altamente capacitados para o atendimento de crianças, adolescentes, adultos e idosos, tanto neurotipicos como neuroatipicos ,surgindo o Espaço Andréa Anes Pereira.

Atualmente, está desbravando mais um caminho, onde está se pós graduando em Psicologia Forense e Jurídica, com o objetivo de atuar na área da Perícia judicial e da Assistência Técnica Judicial, mais uma vez validando a sua missão de oferecer qualidade de vida aos que a procuram.

Instagram oficial
https://www.instagram.com/espacoandreaanes?igsh=MTdyOGFramtscWQwMA==

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading

Saúde

A obesidade e o estresse

Published

on

O estresse e a obesidade estão interligados de várias maneiras e podem influenciar significativamente a saúde física e emocional de uma pessoa. Aqui estão algumas das principais maneiras pelas quais o estresse pode contribuir para a obesidade:

Comportamentos alimentares: O estresse pode levar a mudanças nos padrões de alimentação, como comer em excesso, comer compulsivamente ou recorrer a alimentos pouco saudáveis como forma de conforto. Esses comportamentos podem contribuir para o ganho de peso e o desenvolvimento da obesidade ao longo do tempo.

Desequilíbrio hormonal: O estresse crônico pode levar a um desequilíbrio nos níveis de hormônios, como cortisol, insulina e grelina, que estão envolvidos na regulação do apetite, metabolismo e armazenamento de gordura. Essas alterações hormonais podem aumentar o risco de ganho de peso e obesidade.

Inatividade física: O estresse pode reduzir a motivação e a energia para se exercitar, levando a um estilo de vida mais sedentário. A falta de atividade física regular é um fator de risco importante para a obesidade e pode contribuir para o ganho de peso e problemas de saúde relacionados.

Comportamentos compensatórios: Algumas pessoas podem recorrer a comportamentos compensatórios para lidar com o estresse, como consumo excessivo de álcool, tabagismo ou uso de drogas ilícitas, todos os quais estão associados a um maior risco de obesidade.

Além disso, a obesidade em si pode ser uma fonte significativa de estresse físico e emocional. Pessoas obesas podem enfrentar discriminação, preconceito social, baixa autoestima e preocupações com a saúde, o que pode aumentar os níveis de estresse e contribuir para um ciclo de ganho de peso e estresse.

Por outro lado, o estresse pode ser uma resposta ao próprio peso corporal, criando um ciclo negativo em que o estresse contribui para a obesidade e a obesidade contribui para o estresse, criando um ciclo contínuo.

Para lidar com o estresse e prevenir a obesidade, é importante adotar estratégias saudáveis de enfrentamento, como exercícios regulares, alimentação balanceada, sono adequado, práticas de relaxamento, como meditação ou ioga, e buscar apoio emocional quando necessário. Ao gerenciar o estresse de forma eficaz, é possível reduzir o risco de ganho de peso e promover uma saúde melhor geral.

DRA. CAROLINA MANTELLI é médica, endocrinologista e metabologista e tem a missão de amenizar a dor física e da alma através do auto resgate.
Criadora do método “Calça Meta”, metodologia criada com o intuito de libertar seus pacientes de amarras de todos os traumas que envolvem o emagrecimento.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Continue Reading
Advertisement

Mais Lidas

Saúde47 minutos ago

Popular entre influencers, uso de Ozempic revela necessidade de mudanças na mentalidade

Segundo o hipnoterapeuta Thiago de Castro, uma abordagem com foco no fortalecimento da saúde mental é vital para obter resultados...

Negócios1 hora ago

Serviço gratuito oferece apoio a empresas gaúchas em cidades atingidas pelas inundações

Objetivo é atuar na formulação de estratégias e na cessão de expertise para ajudar a reerguer PMEs do Estado O...

Negócios1 hora ago

Marlon Mendes se destaca em novo desafio na Embracon

Marlon Mendes é contratado pela Embracon e já é reconhecido como o consultor que mais vendeu na Ata de junho...

Famosos2 horas ago

Kamila Smaili estreia o “SMAILI TALKS”, um podcast focado em bem-estar

Agora no final de junho apresentadora e publicitaria Kamila Smaili estreia o “SMAILI TALKS” um podcast focado em bem-estar, saúde...

Famosos2 horas ago

Michelle Heiden colhe os frutos pós-reality da Record “A Grande Conquista”

Michelle Heiden Miss, Influenciadora e ex participante do reality “A Grande Conquista” exibido na Record Tv, comprou seu mais novo...

Saúde2 horas ago

Andréa Anes Psicóloga se torna referência no atendimento de pessoas com autismo

Nordestina, nascida em Recife, com 57 anos e aos 12 anos descobriu a sua paixão pela psicologia. Aos 16 anos...

Famosos3 horas ago

Rio de Janeiro recebe a 11ª edição da Conferência Escolhidas

Evento de mulheres idealizado pela pastora Fabíola Bastos deve receber 3 mil participantes Casada com o pastor e cantor Waguinho,...

Negócios3 horas ago

Cintia Maggy, com 14 anos de experiência, lidera equipe de corretores de imóveis de médio alto padrão

Cintia Maggy é uma renomada corretora de imóveis, especializada no mercado de médio alto padrão, com 14 anos de atuação....

Tecnologia4 horas ago

SIS oferece curso de qualificação para professores

Realizado no começo de junho, o programa terá mais de 10 opções de cursos para os profissionais da educação  Nesta...

Negócios4 horas ago

Alva marca presença na NaturalTech 2024 com nova linha de cuidados infantis e balms com fator de proteção solar

Em sua 15ª participação no evento, a marca, que também é uma das patrocinadoras desta edição, convida o público a...

Advertisement

Ultimos Posts

Copyright © BusinessFeed